quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Entrei no jardim...

Entrei no Jardim Caminhando encontrei flores
Não eram flores que eu queria
Era você!

Continuei a caminhada
E como num conto de fada
Encontrei um sapo, não o beijei
Não era um príncipe que eu queria
Era você!


Caminhei até anoitecer
Te vi tão sereno, dormindo
Deixei você em paz
Não era você que eu queria encontrar
Mas sim o sonho...
O sonho que não aconteceu


***

No meio dos sonhos, no silêncio da madrugada, te vejo ao meu lado. Teu calor que apenas pressinto, faz-me mover, inconscientemente... em teus braços me aconchego, sussurras-me ao ouvido... eu sorrio e... desperto!



Apenas deu vontade de escrever isso, hoje!

Crys

7 comentários:

Macunaíma disse...

Ai, que preguiça!

Cláudia Pit disse...

Crys querida, saudadesss de você!

Durante esse ano estivemos juntos... Rindo, chorando, ajudando e sendo ajudado.
É inevitável dizer que você faz parte da minha vida, não só virtual, como também real.

E sendo assim, jamais poderia deixar de passar pra te agradecer pelo carinho e pela amizade e dizer também que desejo do fundo do coração que possamos estar, tão ou mais juntos no ano que se aproxima.

Que Deus lhe conceda os verdadeiros tesouros da vida!
FELIZ NATAL e muita saúde, paz, amor, sucesso e felicidade neste novo ano que se inicia.
FELIZ 2008 para você e toda tua família.

Bjs
Cláudia Pit
http://claudiapit.zip.net
http://anjosensual.zip.net

Leandro disse...

à dupla um convite pra tripla, topam?

andre wernner disse...

Caro Dácio,
Belas poesias, textos que fazem a alma flanar, se deixando levar sem compromisso de parar, de aterrizar ou estagnar em terra firme!

Mas continuar viagem sem rumo, sonhando e se entregando à mágica do existir de dentro d’álma, olhando de cima às coisas de baixo, que nem sempre deixam a poesia fluir...
Pôr isso, acredito, os poetas são sábios!

Não mercadejam às suas obras pôr trinta moedas mas aceitam o preço justo da compreensão e da valorização dos sonhos que tecem... E isso não tem preço. Só emoção!/Abs

Desejo a você e seus familiares um Feliz Natal de muita confraternização, amor e paz, e que o próximo ano seja de muitas realizações e prosperidade.
Abs

Santa disse...

Sempre atrasada... Correndo, mas sem antes dizer que uma das mais gratificantes surpresas, na globosfera, foi conhecê-lo. Beijos.

Carol Montone disse...

saudadesssss
muito belo...que bom que tiveste esta vontade.....eu achava que "dos sonhos eu era o amor" como na música de raul....agora já penso que é tudo uma grande confusão
beijos grandes
obrigada pelo carinho de sempre
Carol Montone

Ceci disse...

oi, Crys, ando tartaruga nos blogs, e esse lugar poético me cai bem nessa noite de domingo, entre sonhos e buscas do belo. Parabéns, esse baú tem riquezas
d'alma.Abraços, moça do jardim.